Ciência

Gato amputado ganha patas traseiras biônicas

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

Um gato recebeu duas próteses no lugar das patas traseiras, em um procedimento veterinário pioneiro realizado na Grã-Bretanha.

Oscar, que perdeu os dois membros em um acidente com uma ceifadeira, teve as próteses conectadas ao corpo através de "pinos".

A equipe de veterinários conseguiu fazer crescerem ossos e pele ao redor dos pinos.

A técnica serve como substituto à colocação de próteses fixadas ao corpo através de meias. O lado negativo deste tipo de técnica é que muito frequentemente a pressão e a fricção entre o corpo e o membro artificial geram feridas.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.