Ciência

Cientistas comemoram sucesso no CERN

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

O gigantesco acelerador de partículas batizado de Grande Colisor de Hádrons (LHC, na sigla em inglês), criado para simular um Big Bang, bateu um novo recorde nesta terça-feira ao colidir feixes gerando uma energia sem precedentes.

A complexa máquina operada por cientistas do Centro Europeu de Investigação Nuclear (Cern, na sigla em inglês) conseguiram gerar uma energia de 7 TeV (trilhões de eletronvolts), um nível 3,5 vezes maior do que o alcançado até hoje com um acelerador de partículas.

A façanha, realizada em um laboratório subterrâneo na fronteira entre a Suíça e a França, marca o início de um período de 18 a 24 meses de investigação que pode levar à descoberta de novas leis fundamentais da física.

Cientistas do Cern comemoraram com muitos aplausos na sala de controle assim que as primeiras colisões foram confirmadas.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.