Rússia terá que diversificar economia para garantir posição de liderança, dizem analistas

Player

Você precisa da versão correta do Flash Player para ter acesso a este conteúdo

Baixar a versão correta

Executar formatos alternativos de arquivos multimídia

Ao longo da última década, a Rússia experimentou uma era de prosperidade impulsionada em grande parte por suas reservas de petróleo e gás. O crescimento do país e sua natureza de fornecedor global de energia o incluiu no BRIC, o bloco das maiores economias emergentes do mundo, e projeções o colocavam à frente da economia global nas próximas décadas.

Com a desaceleração da economia global, entretanto, A Rússia foi fortemente abalada pela queda acentuada do preço do barril do petróleo. Sua atividade industrial diminui 20% e sua moeda, o rublo, se desvalorizou pela metade, aumentando a inflação. Hoje, o desemprego atinge seis milhões de trabalhadores no país.

Para resistir à crise e se proteger contra incertezas do futuro, o governo russo tem pela frente vários desafios, entre eles diminuir a dependência de sua economia em relação ao petróleo e ao gás, e reerguer o mercado de trabalho.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.