BBCi BBC News BBC Sport BBC World Service BBC Weather A-Z Index
Primeira página | Especial
BBC Brasil | O arsenal de Guerra | Armas bioquímicas
 
  Introdução
  O uso
  Equipamento de proteção
  Dispersão
  Kit especial
  Proliferação
  Tipos de armas biológicas
  Tipos de armas químicas
 


TIPOS DE ARMAS BIOLÓGICAS

Antraz

O que é - Doença provocada por uma bactéria, o bacillus anthracis.

Sintomas - Há três variedades de antraz, de acordo com a forma como ataca o corpo: cutâneo (quando a bactéria entra em contato com a pele), gastro-intestinal (quando é ingerida) e pulmonar (quando é inalada). No caso do antraz cutâneo, há a formação de feridas na pele, mas esta forma da doença raramente é fatal. O antraz gastro-intestinal causa febre e dores abnominais e mata cerca de 25% dos pacientes. Já o antraz pulmonar é o mais perigoso. Depois de uma fase inicial em que os sintomas se assemelham aos da gripe, o paciente desenvolve febre, dificuldade para respirar e dores no peito, e morre geralmente em dois dias.

Tratamento - Altas doses de antibióticos são usadas, embora pessoas em estados avançados da doença possam não apresentar reação à medida.

Uso como arma - É possível transportar esporos de antraz em mísseis, foguetes e bombas. Também é possível usar aviões para espalhar a doença em vastas áreas. Uma vez presentes no ambiente, os esporos do antraz podem permanecer inativos por décadas.



Peste

O que é - Doença provocada pela bactéria yersinia pestis, geralmente transmitida por ratos.

Sintomas - Há três tipos: bubônica, pneumônica e septêmica. No caso da peste bubônica, o período de incubação é de até 10 dias, e o paciente desenvolve febre alta e dores nos nódulos linfáticos. Os sintomas da peste pneumônica surgem entre 2 e 3 dias após a infecção, e os primeiros sintomas se assemelham aos de uma gripe forte. Em seguida, o paciente desenvolve uma pneumonia e todas as pessoas que não recebem tratamento acabam morrendo. A peste septêmica é geralmente resultado de complicações dos outros dois tipos. O paciente tem febre, calafrio, dores abnominais e hemorragias nos órgãos internos e na pele. Dos três tipos de peste, apenas a peste pneumônica é transmissível de pessoa para pessoa.

Tratamento - Antibióticos são eficazes, mas o resultado do tratamento depende do diagnóstico precoce.

Uso como arma - A peste bubônica foi usada como arma pelo Japão contra a China durante a Segunda Guerra Mundial. Russos e americanos também já fizeram experimentos em que a peste seria disseminada por meio de pulverizações. A bactéria da peste, porém, não vive muito tempo fora do ambiente de laboratório e pode morrer exposta à luz solar.



Varíola

O que é - Doença provocada por um vírus, que foi erradicado na década de 70. Em 1980, as vacinações em massa deixaram de ser feitas, mas há amostras do vírus em laboratórios na Rússia e nos Estados Unidos.

Sintomas - Cerca de 33% das pessoas infectadas morrem. O período de incubação é de doze dias, e os pacientes desenvolvem febre, cansaço e lesões na pele (em forma de bolhas). Essas lesões geralmente ocorrem no rosto e nas extremidades do corpo e contêm pus. Mesmo durante o período de incubação, quando os sintomas não se desenvolvem, a doença é contagiosa.

Tratamento - Não há tratamento efetivo, mas há uma vacina – que também não garante proteção completa.

Uso como arma - O vírus pode ser pulverizado em vastas áreas, ou suicidas podem se infectar para passar a doença a outras pessoas. A variola já foi usada por britânicos no século 18, em batalhas contra tribos indígenas da América do Norte.



Ricina

O que é - Uma toxina extraída da mamona.

Sintomas - Trata-se de uma das substâncias mais perigosas conhecidas pelo homem. Um milionésimo de grama de ricina pode matar um ser humano adulto. Nas primeiras horas depois da contaminação, a ricina causa sintomas parecidos com os de uma gripe. Em seguida, vários órgãos internos entram em colapso, e a morte ocorre em até três dias.

Tratamento - Não há antídoto conhecido. O uso de máscaras antigás previne a inalação.

Uso como arma - Embora altamente tóxica, a ricina provavelmente é mais apropriada para assassinatos de indivíduos. O Iraque tentou usar ricina em seus morteiros, mas não teve grande sucesso no envenenamento de suas vítimas. A ricina pode ser fatal se inalada e poderia ser pulverizada em uma vasta área.

 
^^ Volta ao início da página << O arsenal de guerra