Ciência

Biólogos descobrem nova espécie de lagarto gigante nas Filipinas

Varanus bitatawa

Espécie é do mesmo grupo do dragão de komodo

Uma nova espécie de lagarto gigante, que pode chegar a até dois metros de comprimento, foi descoberta no norte das Filipinas, segundo artigo publicado na revista especializada Biology Letters.

O réptil, descrito como “espetacular” pelos biólogos, é da família dos varanos, ou lagartos-monitores, que inclui o dragão-de-komodo, o maior lagarto vivo.

A nova espécie, batizada de Varanus bitatawa, tem a pele amarela, verde e azul e sobrevive com uma dieta à base de frutas.

Apesar de conhecido pelas populações tribais da região das montanhas da Sierra Madre, no norte das Filipinas, ele havia passado despercebido pelos biólogos até agora.

“É um animal incrível”, disse Rafe Brown, um dos cientistas que descreveu a nova espécie.

No artigo, ele ainda destaca como é raro encontrar um animal terrestre tão grande que seja novo para a ciência.

Descoberta

Os cientistas consideram a descoberta tão importante quanto às de outras espécies de grandes animais nos últimos anos: o kipunji, que representa um novo gênero de primatas encontrados na África, e o bovino saola, encontrado nas florestas do Laos e do Vietnã.

Os habitantes das florestas da ilha Luzon, onde fica Sierra Madre, costumam caçar o Varanus bitatawa pela carne, uma fonte importante de proteína.

Os cientistas ignoravam sua existência até que a equipe liderada por Brown, com biólogos dos Estados Unidos, Filipinas e Holanda, pesquisou uma série de espécimes de lagartos preservadas em museus americanos e filipinos.

Dentre essas espécies, os cientistas identificaram o novo lagarto com base em seu tamanho, escamas, coloração e DNA.

O corpo do Varanus bitatawa mede cerca de um metro, com mais um metro de rabo. Ele tem a pele escura, coberta por pintas amarelas e manchas.

Suas pernas são praticamente amarelas e o rabo é listrado de amarelo e preto.

Em algumas fotografias, o animal também parece ter escamas azuis e verdes.

A nova espécie seria uma das únicas três espécies de lagartos que se alimentam apenas de frutas no mundo.

Criatura solitária

Ninguém sabe por que a nova espécie de lagarto permaneceu desconhecida dos cientistas até agora, especialmente porque há muitos biólogos trabalhando nas Filipinas.

Os pesquisadores dizem que pode ser porque ele é arredio e recluso, um animal que nunca deixa a floresta ou sai em campo aberto.

Outra razão seria o número baixo de expedições científicas que descreveram répteis que vivem nas florestas da Sierra Madre.

A nova espécie de varano vive a pelo menos 150 quilômetros de distância de seu parente mais próximo, o lagarto V. olivaceus, que também vive em árvores e se alimenta de frutas.

BBC navigation

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.