BBC World Service LogoHOMEPAGE | NEWS | SPORT | WORLD SERVICE
Portuguese Pesquisa na BBC Brasil
 
Primeira Página
Saúde &
Tecnologia
Economia
Cultura
Especial
Fórum
Aprenda inglês
ÁUDIO
Dois minutos pelo mundo
Notícias
Mundo Hoje
De Olho
no Mundo
Programação
Como Sintonizar
SERVIÇOS
Parceiros
Sobre a BBC
Expediente
Página simplificada
Fale com a gente
Empregos
E-manchetes
LÍNGUAS
Espanhol
Português para a África
Árabe
Chinêês
Persa
Hindi
Urdu
BBC News
BBC Sport
BBC Weather
 Você está em: Saúde & Tecnologia
13 de abril, 2002 - Publicado às 01h11 GMT
Farmacêutica testa poder terapêutico da maconha
Eficácia da droga está sendo testada em várias doenças
Eficácia da droga está sendo testada em várias doenças

Uma empresa farmacêutica está realizando experiências para testar o poder terapêutico da maconha em pacientes de doenças como a esclerose múltipla.

O objetivo dos testes, realizados nos laboratórios da companhia em Salisbury, é determinar se medicamentos feitos à base da droga realmente reduzem a dor de doentes.

A eficácia da droga está sendo testada em pacientes que têm dores associadas a lesões na espinha dorsal à esclerose múltipla e à alodinia, uma doença que provoca hiper-sensibilidade cutânea.

A empresa GW já vinha fazendo experiências com a droga para avaliar seu poder de aliviar as dores de pacientes de câncer.

Spray de cannabis

Cerca de 600 pacientes de toda a Grã-Bretanha participarão dos testes com os medicamentos feitos
à base de cannabis, que serão aplicados embaixo da língua por meio de um spray.

A farmacêutica GW quer obter a aprovação da Agência de Controle de Medicamentos da Grã-Bretanha para a produção de remédios à base de maconha até o ano que vem.

Em outubro do ano passado, o secretário da Justiça britânico, David Blunkett, disse que o uso medicinal da maconha poderia ser legalizado.

A empresa também está estudando o potencial da maconha na redução das dores sentidas por pessoas que sofrem de artrite reumática.

O diretor da Fundação para a Esclerose Múltipla, Chris Jones, elogiou a iniciativa da empresa que, segundo ele, poderá ser útil às 85 mil pessoas que sofrem da doença.

Segundo Jones, muitos pacientes relatam ter tido sintomas como distúrbios no sono aliviados, "sem efeitos colaterais".

"Nós apreciamos quaisquer novas pesquisas sobre medicamentos à base de cannabis", afirmou Jones.
 
   PNEUMONIA
Tire suas dúvidas sobre a Síndrome Respiratória Aguda Grave.
   E-MANCHETE
Assine o serviço da BBC Brasil para receber as principais notícias do dia por e-mail.







Links externos:
GW (em inglês)
Fundação para a Esclerose Múltipla (em inglês)
A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo dos links externos indicados.
BBC World Service Logo ^^Volta ao início da página
Primeira Página | Saúde & Tecnologia | Economia | Cultura | Especial
Fórum | Aprenda inglês
---------------------------------------------------------------------------------------------------
Programação | Como Sintonizar
Parceiros | Sobre a BBC