BBC Brasil

Primeira Página > Notícias

'Em 2016, faremos a nossa parte', diz Dilma em Londres

Facebook Twitter Google+
25 jul 2012 18:07 BSB

Eric Brücher Camara

Da BBC Brasil em Londres

Dilma Rousseff | Crédito da foto: Reuters

A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta quarta-feira que a Olimpíada de Londres será "a melhor já realizada", em seu discurso no lançamento da nova campanha publicitária internacional da Embratur, em Londres.

Acompanhada por uma comitiva de ministros, Dilma disse que é obrigação de todos fazerem das últimas Olimpíadas sempre as melhores já feitas e acrescentou ter certeza de que "quando chegar a vez do Rio, nós faremos a nossa parte".

"Nós saudamos essas Olimpíadas que são, sem dúvida nenhuma, a melhor Olimpíada já realizada até agora. Nós do mundo temos sempre que fazer a última Olimpíada ser a melhor de todos os tempos", disse.

A campanha de R$ 50 milhões tem o slogan "O mundo se encontra no Brasil. Venha celebrar a vida" e foi apresentada pela ex-jogadora de basquete e atual diretora de seleções da Confederação Brasileira de Basquete (CBB), Hortência.

Discursaram também o ministro do Turismo, Gastão Vieira, e o presidente da Embratur, Flávio Dino.

O ministro Vieira afirmou que a intenção do governo é posicionar o Brasil entre os três maiores pólos turísticos do planeta até o ano do bicentenário, 2022.

Cameron

Antes do evento da Embratur, Dilma se encontrou o primeiro-ministro britânico, David Cameron.

"Estou feliz de estar no Reino Unido, em Londres, para assistir as Olimpíadas, porque essa é uma ocasião especial, sobretudo porque o Brasil sediará e sucede o Reino Unido nas próximas Olimpíadas", disse ela antes do encontro com o premiê britânico.

"O Reino Unido está fazendo um trabalho brilhante de organização e recepção de tantas pessoas", completou.

Cameron disse ser "um prazer receber a presidente Dilma e ter a possibilidade de discutir uma vasta gama de assuntos, principalmente as Olimpíadas, já que o Brasil é o próximo a sediar (os Jogos)", disse ele.

"Esta é uma oportunidade de cooperação e desenvolver os laços em uma grande variedade de assuntos."

A presidente também vai se reunir com o líder da oposição no país, o trabalhista Ed Milliband, na sexta-feira.

Ciência

Na quinta-feira, Dilma inaugura uma exposição sobre ciência e tecnologia aplicadas aos esportes na nova sede da Embaixada brasileira em Londres.

Em seguida, a presidente vai até o Museu da Ciência londrino, onde deve assinar com autoridades britânicas um acordo para dar início a um projeto de um museu de ciência no Brasil.

No local, Dilma aproveitará para promover o programa "Ciência sem Fronteiras", lançado pelo governo federal em 2010. Ela também se encontrará com alguns dos estudantes beneficiados pelo projeto, que visa conceder mais de 10 mil bolsas a universitários brasileiros em instituições britânicas até 2014.

Após passagem pelo Museu da Ciência, a presidente inaugura a Casa Brasil, uma 'vila brasileira' erguida em Somerset House, na região central de Londres - próximo a Covent Garden, popular ponto turístico da cidade - para promover o turismo no Brasil e os Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro.

Na próxima sexta-feira, Dilma deve almoçar com atletas brasileiros no centro de treinamento de Crystal Palace, antes de partir para a recepção organizada a chefes de governo e Estado no Palácio de Buckingham, cuja anfitriã será a rainha Elizabeth 2ª.

A programação oficial será concluída com o comparecimento na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Londres, no estádio olímpico.

No sábado, a presidente não tem compromissos oficiais marcados e deve embarcar de volta ao Brasil no início da noite.

Na comitiva presidencial, também estão os ministros Helena Chagas (Comunicação Social), Aldo Rebelo (Esportes) e Gastão Vieira (Turismo).

Compartilhe

Email Facebook Google+ Twitter