Blogueiro vê no arroz com feijão um retrato do Brasil

  • 20 fevereiro 2014
  • comentários

O estudante britânico James Flannery é o quarto integrante do 'Para Inglês Ver'. Do Brasil, se interessa pelos contrastes: Jardim Botânico e Morro do Alemão ou Valor Econômico e Revista Contigo! Não entende como o Brasil funciona e tem sucesso apesar de tantas dificuldades enfrentadas pela maior parte da população. Ajudem o James nesta difícil missão de entender o Brasil.

30 segundos com James Flannery

De que você mais gosta no Brasil?

O fato de ser um país em desenvolvimento, vibrante, mas que também tem uma história rica, complexa e difícil. A escravidão e a ditadura, por exemplo, ainda deixam um legado palpável na sociedade hoje. E tudo isso em um cenário deslumbrante de beleza natural.

James Flannery | Foto: Giulia Roverato

E do que você menos gosta?

É uma nação que ainda sofre de problemas típicos de países em desenvolvimento como pobreza, desigualdade social e corrupção em todos os níveis da sociedade. Espero que o Brasil consiga superá-los.

Qual seu lugar favorito no Brasil?

No Rio de Janeiro, o Jardim Botânico - um paraíso de tranquilidade em uma cidade barulhenta. Mas o lugar que mais se destaca na minha memória é o Teleférico do Alemão.

Qual sua expressão favorita em português?

"Valeu, cara!". Ouvi isso por todo lado e com uma inflexão singularmente carioca.

Qual sua comida preferida?

Não se pode ir ao Brasil e não comer arroz com feijão e feijoada. Poucos pratos são tão onipresentes ou revelam tanto de um país – uma historia de escravidão e hierarquias, dificuldade e praticidade.

Qual a trilha sonora da sua viagem?

Estou dividido. Samba é inevitável, mas o funk carioca tem uma autenticidade humana, com assuntos do mundo real e ritmos caóticos. Muito bom.

Livro de cabeceira em português?

Não estudei literatura brasileira - me concentrei mais no outro lado do Atlântico: em Portugal e em Moçambique. Assim, a minha experiência da literatura brasileira é uma estranha combinação de Valor Econômico e Contigo...

O que você ainda tenta entender a respeito do Brasil?

Como o país ainda consegue funcionar e ter sucesso apesar da pobreza, da falta de oportunidades e da privação que enfrentam tantos dos seus cidadãos.