BBC Online Network Fale com a gente

Primeira Página

Ivan Lessa

Especial

Fórum

Aprenda Inglês

Parceiros

Sobre a BBC

Other Languages




 

ÁUDIO

Ouça
Ivan Lessa
em Real Áudio

28k | 14k

 

05 de setembro, 2001 Publicado às 17h55 GMT


Nomes e Números

Nada mais sério que a revista The Economist.

Leitura indispensável não só nos dois lados do Atlântico, como nos lados de outros oceanos também.

Já ouvi dizer que é o melhor semanário do mundo. Que as pessoas por dentro, as que sabem das coisas, não perdem.

Não faz parte de minhas leituras.

"Quem sou eu, primo?", conforme o velho bordão do Primo Pobre para o Primo Rico.

Estou pensando, no entanto, em assinar o Economist. Descobri que, como eu, no fundo, são uns macumbeiros.

Num de seus números recentes, dedicaram uma matéria todinha baseada na proposta de que os homens mais ricos, mais bem sucedidos, mais influentes, do mundo, têm o nome começando com as 13 primeiras letras do alfabeto, ou seja, de A a M.

De N a Z, todos -- ou todas, não esqueçamos -- exceções ou uns fracassos totais.

Um jornal dos mais prestigiosos, o conservador The Daily Telegraph, voou para endossar a tese, se tese é.

Frise-se: o dono do Telegraph chama-se Conrad Black e o editor Charles Moore -- deu duas vezes A a M na cabeça.

Frisemos ainda mais: o editor do Economist chama-se Emmott, a quarta letra do alfabeto.

Mas há uma explicação para a numerologia aplicada? É científica mesmo? Batatolina feito os artigos e dicas econômicas e financeiras da revista?

Passemos a palavra à editora de assuntos econômicos do semanário: Diz ela que tudo começa na escola, quando os professores botam os alunos sentadinhos nas fileiras da frente, por ordem alfabética, afim de tornar mais fácil o trabalho de reconhecê-los.

Isso, segundo a editora, dá mais auto-confiança aos meninos e meninas, ao passo que os sentados lá atrás iniciam a sua longa marcha para a obscuridade.

Feito Washington, Wellington e Wittgenstein, lembro eu, que, diga-se de passagem, sempre sentei nas primeiras fileiras.

Embora, claro, aí estão meus companheiros de fileiras igualmente bem sucedidos: Bills Gates e Clinton, Georges Bush pai e filho e por aí afora.

Uma rápida olhada no nome de nossos presidentes dá para nos deixar a todos arrepiados: Fernandos, Itamar, Figueiredo, Geisel, Médici, Costa e Silva, Goulart, Jânio, Juscelino, Getúlio, Dutra.

Não é incrível mesmo? Ah, uma coisinha: a editora do Economist, que defende, de público, a tese: seu nome é Pam Woodall. P e W. Pois é.

Copyright 2000. The British Broadcasting Corporation. Todos os direitos reservados.

 

 Pesquisa na BBC Brasil


Leia também


01 Out 2001
Volta ao Normal


28 Set 2001
Em Busca de Osama

26 Set 2001
Tatuagem é operação?

24 Set 2001
Forças: armadas, de mercado

21 Set 2001
Questões de Semântica

19 Set 2001
O 'Simples' de Michael Jackson

17 Set 2001
Início da Operação Águia Garbosa

14 Set 2001
America Under Attack

12 Set 2001
O Dia Em Que A Guerra Começou

10 Set 2001
Meu Indiano da Esquina

07 Set 2001
Desculpa, foi sem querer

05 Set 2001
Nomes e Números

03 Set 2001
Vitória épica

31 Ago 2001
Aí vem o Euro!

    Para cima    
   

Primeira página | Ivan Lessa | Especial
Fórum | Aprenda inglês | Parceiros
Sobre a BBC

   
© BBC World Service
Bush House, Strand, London WC2B 4PH, UK.
Serviço Mundial da BBC:
Notícias e áudio em 43 línguas: