« Anterior | Principal | Próximo »

Camisinhas contra a extinção

Categorias dos posts:

Eric Camara | 2010-02-12, 12:08

Domingo, 14 de fevereiro, é Dia dos Namorados em grande parte dos países aqui do Hemisfério Norte. Para marcar a data, a organização ambientalista americana Centro para Diversidade Biológica decidiu distribuir 100 mil camisinhas nos Estados Unidos.

A ideia é conscientizar o povo da América sobre os riscos da superpopulação humana no planeta, atualmente beirando os 7 bilhões de pessoas.

coruja226.jpg"

Com 6,8 bilhões, a raça humana é não apenas a maior população de mamíferos da Terra, mas as maior população de mamíferos que já existiu", dizem os ativistas, destacando que o alto padrão de consumo dos países ricos já levou o Homem a absorver metade do estoque de água doce e a ocupar metade do território do planeta.

A embalagens das camisinhas, com imagens como estas que ilustram o blog, são estampadas por espécies ameaçadas pelo constante avanço da população humana e dão dicas sobre como estabilizar a população .

O design é de Lori Lieber, a arte do Endangered Species Print Project.

peixe226.jpg

Foram escolhidos para o projeto ursos polares, espécies americanas de peixe, coruja e besouro, o jaguar e o sapo coquí guajón. Além das imagens, os criadores da campanha criaram slogans com versinhos intraduzíveis, usando gírias sinônimas do órgão sexual masculino.

Se essa moda pega, logo teremos no Brasil coisas do tipo: "Proteja o seu pilão/Salve o mico-leão" ou "Agasalhe o pingolin/salve o apuim" e por aí vai...

Alô ONGs brasileiras: ainda faltam quatros meses para o Dia dos Namorados!

ComentáriosDeixe seu comentário

  • 1. às 08:07 PM em 12 fev 2010, Dante Caleffi escreveu:

    Conscientizar o subcontinente indiano,isso sim.Quanto aos americanos, a conscientização é de outra ordem."Parem de consumir!" Obsceno e imoral,se comparado a a frugalidade de outros povos,mesmo os europeus. Imagine-se africanos ou asiáticos,menos a China , que está querendo chegar lá.Portanto, camisinha,camiseta ou camisola,em qualquer efeméride do ano,nas Américas, é inútil além de insosso...

  • 2. às 11:41 AM em 13 fev 2010, leo escreveu:

    A Europa de hoje tem um problema grave: Baixa taxa de natalidade.

  • 3. às 08:22 PM em 15 fev 2010, Willian Y. escreveu:

    Na realidade a natalidade sempre se resumiu a uma questão de poder. Inicialmente o aumento da população fornecia soldados para as guerras, depois mão-de-obra barata para a incipiente indústria. Uma coisa não mudou: grandes populações propiciam pouca instrução e grande poder de manipulação. Instituições tradicionais, que não convém citar aqui, vivem e se mantém da miséria das massas. O ambientalismo não afeta essas questões porque é tão relevante quanto filosofia grega para a maior parte da população. Quando a prioridade é sobreviver, o destino do mico verde de rabo amarelo é o que menos conta.

  • 4. às 04:55 PM em 22 fev 2010, Dani escreveu:

    Claro q essa iniciativa não se propõe a resolver todo o problema, mas tbm não atrapalha a conscientização. Cabe a outros envolvidos (governos e sociedade) participarem tbm. A melhoria da educação traz resultados mais consistentes, como o respeito a todas as formas de vida.

  • 5. às 12:45 PM em 08 mar 2010, Bernardo escreveu:

    Tudo bem mas... camisinha é feita de Latex, de dificílima degeneração.
    Quantas pessoas fazem sexo todos os dias usando camisinha, para onde vai tanto latex jogado fora? Isso não afeta o meio ambiente?
    Não seria melhor as pessoas buscarem ter uma vida sexual mais saudável e digna, ao invés de saindo por aí fazendo sexo com todo mundo???
    A visão que a camisinha é a solução, além de ser tosca, trata os seres humanos como animais, que não contrlam seus instintos.

  • 6. às 03:49 PM em 13 mar 2010, Fabio escreveu:

    Até que enfim uma Ong inteligente. A superpopulação está acabando com o meio ambiente.

  • 7. às 01:49 PM em 08 mai 2010, Carlos escreveu:

    A terra sempre se livrou dos excessos, a natureza nao admite excessos, e sempre que eles ocorrem, a natureza responde de forma violenta, e certamente vai se livrar da especie humana.

  • 8. às 01:54 PM em 08 mai 2010, Carlos escreveu:

    Nos da igreja nao gostamos que voces ensinem o povo a pensar, nao gostamos que as pessoas sejam levadas a refletir, gostamos que voces vejam futebol, novela e big brother, nada de literatura, sociologia, politica, deixem isso para nos, os inteligentes.

  • 9. às 02:08 AM em 05 jul 2010, ARMANDO SCHEFFLER escreveu:

    Até hoje, não soube de povo algum deste planeta que conseguisse equilibrar a taxa normal de natalidade (mínima de 2,1 filhos por mulher ) com medidas de preservação ambiental. Devemos primeiro valorizar as pessoas e depois os animais (úteis para nós ).

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.