« Anterior | Principal | Próximo »

Planeta & Clima: Brincando de São Pedro

Categorias dos posts:

Eric Camara | 2009-08-13, 15:07

Se você ainda não ouviu falar em geoengenharia, preste atenção: a palavra deve ganhar cada vez mais espaço nos noticiários e significa projetos de tecnologias para manipular o clima do planeta.

Técnicas como injeção de dióxido de enxofre ou cinzas na atmosfera ou até mesmo a dispersão de espelhos no espaço - tudo com o objetivo de reduzir a temperatura do planeta. Métodos como estes, de administração da radiação solar, de eficácia praticamente garantida.

O que não se sabe é quais outras consequências eles teriam sobre o meio ambiente. A injeção de dióxido de enxofre, para "semear" nuvens, ou de cinzas, também para refletir a luz solar, são métodos usados pela natureza desde que o planeta roda - é o que faz a atividade vulcânica.

vulcao.jpg

A diferença é que elas acontecem muito esporadicamente.

É mais ou menos consenso na comunidade científica que a única forma de realmente saber o que aconteceria com a Terra se esse tipo de manipulação fosse aplicada é testá-las para valer, ou seja, usar o nosso planeta como cobaia.

Coisa que a cautela até agora proíbiu (leia aqui a conclusão de uma conferência sobre geoengenharia da Associação Meteorológica dos Estados Unidos em junho)

Essas ideias ficam, pelo menos até agora, como último recurso para o dia em que a tal catástrofe climática mostrar todas as suas garras.

Santo Graal

Claro que existem outros métodos, entre eles, a fertilização dos oceanos para estimular a absorção de dióxido de carbono (CO2), criar navios que pulverizem água dos oceanos na atmosfera constantemente, instalar tubos que facilitem a circulação de calor entre a atmosfera e o fundo do mar, cobrir a superfície de desertos com espelhos que ainda gerariam energia solar...

Mas também existem projetos de geoengenharia menos bombásticos (embora menos eficazes), como CCS, a sigla em inglês para Captura e Armazenamento de Carbono. A tecnologia capaz de sequestrar todo o CO2 de, por exemplo, uma usina termelétrica a carvão e enterrá-lo, é vista por muitos como o Santo Graal dos tempos de mudanças climáticas.

O problema é que só existem protótipos de CCS no mundo, e os mais otimistas dizem que ainda faltam anos para a tecnologia ser viável.

Para resumir a conversa, enquanto em Bonn, na Alemanha, representantes de todo o mundo continuam encalhados nas tentativas de levar adiante um projeto de tratado para conter emissões de CO2 no planeta - a saída recomendada pela comunidade científica -, a corrente daqueles que acreditam que a solução é "brincar de São Pedro" vem ganhando força.

ComentáriosDeixe seu comentário

  • 1. às 01:36 AM em 14 ago 2009, Moisés escreveu:

    Eric,

    Esse conceito chama-se geoengenharia, e não bioengenharia, pois se trata de manipular a Terra, e não a vida diretamente,

    Moisés

  • 2. às 04:18 AM em 14 ago 2009, Robinson Presotto escreveu:

    Mais viável sim, mas não a mais correta.

  • 3. às 10:51 AM em 14 ago 2009, Eric Camara Author Profile Page escreveu:

    Com toda certeza, Moisés, que desatenção minha - já corrigi... Obrigado e um abraço!
    eric

  • 4. às 02:43 PM em 14 ago 2009, Luis Felipe Shibuya Sanches escreveu:

    Acredito que devemos continuar usando os métodos tradicionais para amenizar o aquecimento globoal. E futuramente, após comprovações que dizem não haver danos ao planeta, fazer uso da "geoengenharia".Pois é muito imprudente fazer do nosso planeta uma "cobaia".A natureza é incontrolável.

  • 5. às 11:33 PM em 14 ago 2009, Daniel escreveu:

    não teria como utilizar uma maquina para fazer frio/gêlo nos polos?
    estão fazendo isto em zoo para ursos(em menor escala,claro)
    .
    abç

  • 6. às 01:23 AM em 15 ago 2009, hans barbosa antas escreveu:

    acredito que este método tem que ser primeiramente estudado para saber realmente a esficácia do seu uso,pois o planeta é muito importante para ser feito de "cobaia".Devemos ter cautela ou podemos infretar um castigo ainda pior da natureza futuramente.A melhor solução é a prevenção!!!

  • 7. às 03:27 PM em 15 ago 2009, Eric Camara Author Profile Page escreveu:

    Olá, Daniel! acredito que possível, isso seria. O problema é que essa máquina precisa ser abastecida com algum combustível para funcionar. A conta que precisa ser feita é se a energia (e as emissões) e os benefícios envolvidos nisso tornariam um projeto desse em grande escala algo razoável... Suspeito que não! abs eric

  • 8. às 08:06 AM em 16 ago 2009, Matteo Bazzo escreveu:

    Mas uma vez estamos empurrando o problema com a barriga. Temos que mudar nao o planeta mas nos mesmos.

  • 9. às 02:25 PM em 16 ago 2009, eduardo paiva escreveu:

    Porque a midia esconde os cientistas que dizem ser impossivel prever e muito menos interferir no clima? Se o homem não consegue prever nem se vai chover em uma determinada cidade em 24hs, o que dira a temperatura do planeta anos a frente. Nessa historia o interesse economico e o poder politico, evidentemente, se sobrepôem a ciencia e ao bom senso.

  • 10. às 02:52 PM em 16 ago 2009, Thomas Kaufmann escreveu:

    Como meteorologista recém formado, não pude deixar de comentar essa notícia. Confesso que fiquei apavorado com esse projeto futurístico de tentar controlar o clima global. E digo mais, se for colocado em prática, só terminará por extinguir as espécies que ainda restam no planeta. O que não entendo nessa tentativa de salvar o planeta é porque, meu Deus do céu, que os cientistas não elaboram planos mirabolantes pra conscientizar governos e populações para que, de hoje em diante, não se polua ou se degrade mais!! O que foi jogado na atmosfera ou na natureza em si está sendo administrado por ela atualmente e não poderá ser sequestrado de volta pelo homem. A natureza não é tão inocente quanto imaginamos que ela seja, muito menos previsível a esse ponto. Se vc resfriar artificialmente os pólos, como sugerido por alguém nos comentários, vc terá o completo desequilíbrio da circulação atmosférica do planeta. E a natureza responderá a isso, criando/destruindo energia para desfazer aquilo que o homem criou. Bom, o "aquecimento global" como gostam de chamar, tem mostrado esse poder da natureza em tentar reverter tudo o que a humanidade faz de errado com o ar. Portanto, não vamos nos enganar com esses projetos de ficção científica de tentar consertar o que já foi feito! Vamos pensar em elaborar projetos para mudar o hoje, o futuro: conscientização. Abraços.

  • 11. às 01:44 AM em 17 ago 2009, ricardo rodrigues escreveu:

    Seria absolutamente incrível por que o homen estão chegando a grau de conhecimento muito elevado.Para que ocorra esta transformação no clima por exemplo do EUA.Pelo simples fato de cronologia.A medida que o tempo passa poluimos cada vez mais.Então o que DEUS criou o homen esta modificando queira ou não.Mas estamos chegando a um ponto em que a própria natureza vai nos cobrar, através de catastrófe que ja vém ocorrendo.Então podemos poluir menos ,por quê não fazer-mos.
    A comunidade cientista esta cada vez, mais inovando e buscando modificações e soluções artificiais ,será que seria o melhor caminho.
    Cada caso, é um caso.

  • 12. às 01:58 PM em 17 ago 2009, Marcela Paranhos escreveu:

    Manipular o meio ambiente a favor de seus interesses é o que o homem tem feito por seculos, e a questão climática vem exatamente da não capacidade da terra em absorver tao rapidamente essa manipulação. A utilização de recursos como a geoengenharia seria uma forma paleativa de se ganhar tempo até adaptar o modo de vida atual ao ambiente, uma boa alternativa, desde que fossem conhecidos seus impactos e a capacidade de abosorção da terra a tais impactos. Sem uma estimativa confiável, este tipo de alternativa pode ser encarada como uma roleta russa para as proximas gerações.

  • 13. às 05:41 PM em 18 ago 2009, Filipe Ferrão escreveu:

    O que vem acontecendo na comunidade cientifica é que ao meu ver estão brincando de serem "deus". O ser humano está se tornando tão egosísta que não se preocupa com as outras espécies. Concordo com um comentário que li e engrosso o coro, ao invés de invertar formas mirabolantes de conter os problemas que estamos vivendo, por que não concientizar o ser humano a poluir menos. Ou será que essas invenções são uma forma lucrativa de "salvar o planeta"? Temos que começar agora para no futuro termos um planeta ainda com condições de se viver.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.