« Anterior | Principal | Próximo »

Onde está (e quem é) Banksy?

Camilla Costa | 2012-09-05, 15:30

A obra "Um país sob câmeras de vigilância", em Londres, que foi coberta com tinta branca

Este mapa interativo pode guiá-lo em um dos novos esportes favoritos de londrinos e turistas: a caça a um grafite do lendário Banksy na cidade.

Os colaboradores marcam os pontos onde sabe-se que o artista deixou sua marca e os atualizam com fotos, descrições atuais das obras e ocasionais protestos sobre a sua remoção. Trabalhos do grafiteiro de Bristol estão sendo paulatinamente removidos dos muros. "É parte do ciclo de vida da arte de rua", argumentam alguns. "É caretice", vociferam outros.

Enquanto isso, o próprio Banksy ainda não parece disposto a revelar sua identidade nem seus próximos passos, mesmo após ter realizado um documentário que concorreu ao Oscar (por falar nisso, a "estrela" do filme, Mr. Brainwash, está expondo seus trabalhos em um galpão no centro da cidade). Isto é, caso o nome Banksy seja realmente de um artista só e não de um grupo, como muitos suspeitam.

Conheci um estudante de fotografia birmanês que me relatou um encontro bastante com um homem um tanto enigmático. Ele era bastante tatuado, usava lentes de contato brancas, estava um pouco sujo de spray e usava uma camisa que dizia: "I'm not Banksy" (Eu não sou Banksy). Mas engatou uma conversa com o birmanês, durante a qual disse trabalhar "pintando com spray" e estar "terminando alguns trabalhos por aí".

O homem não quis revelar o nome, disse que não era uma boa ideia fazê-lo, mas se deixou fotografar. Grafiteiros famosos, pouco famosos e aspirantes não faltam em Londres, é claro. E temos dúvidas sobre se o Banksy real deixaria que uma foto sua circulasse por aí, mas quem sabe?

Um dos muitos "Banksys" que existem por Londres ou, quem sabe, o original. Foto cedida por Ganesh Baniya

Mais conteúdo deste blog...

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.