« Anterior | Principal | Próximo »

A metamorfose do Brasil

Categorias dos posts:

Daniel Gallas | 2010-06-18, 18:36

Sete meses se passaram desde as Eliminatória para a Copa do Mundo. Em novembro de 2009, havia um consenso de que Brasil, Espanha e Inglaterra eram os favoritos para ganhar a Copa do Mundo.

Os espanhóis não perdiam uma partida para outros europeus há vários anos. O Brasil ganhou a Copa das Confederações e "passeou" por Argentina e Uruguai. Os ingleses tiveram o ataque mais competente das Eliminatórias europeias.

Pois sete meses depois, tudo mudou. A Espanha já não é mais tão temida, os ingleses estão suando no grupo que antes consideravam fácil e a Argentina passou a ser uma das favoritas no torneio.

E o Brasil? O Brasil passou por uma metamorfose nos últimos meses. No ano passado, Kaká e Luís Fabiano eram a base das vitórias brasileiras. Luís Fabiano não marca pela seleção há nove meses e Kaká teve um desempenho fraco em praticamente todas as partidas que jogou pela seleção neste ano.

A dúvida que fica agora é se o Brasil mudou seu jeito de jogar, com a queda de produção dos dois jogadores, ou se isso é apenas temporário. Nos últimos jogos, o Brasil dependeu muito mais de Elano, Maicon, Michel Bastos e, sobretudo, Robinho para chegar à frente.

A Copa do Mundo é um torneio curto - onde o time vencedor joga apenas sete partidas - e que não permite muitos vacilos dos treinadores. Em 1994, na campanha do tetra, Parreira não demorou muito para sacar do time o camisa 10 Raí, que estava em má fase, um pouco como Kaká hoje.

Dunga é um treinador mais paciente, e já mostrou que gosta de dar toda a confiança até aos jogadores mais contestados. Mas mesmo o treinador andou falando recentemente sobre as alternativas que tem no caso de Kaká não estar na sua melhor forma, com Júlio Baptista ou Nilmar em campo.

As próximas duas partidas do Brasil, contra Costa do Marfim e Portugal, decidirão se a seleção avançará para a segunda fase da Copa. Decidirão também se a atual fase de Kaká e Luís Fabiano é temporária ou se o Brasil, de fato, já não é mais o mesmo de 2009.

Mais conteúdo deste blog...

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.