« Anterior | Principal | Próximo »

A emoção voltou à F1?

Categorias dos posts:

Daniel Gallas | 2010-03-28, 9:19

O britânico Jenson Button repetiu o resultado do ano passado e conquistou sua primeira vitória com o carro novo na Austrália, desta vez pela McLaren.

A corrida em Melbourne parecia praticamente outro esporte, se comparada à tediosa prova no Bahrein, há duas semanas.

O GP da Austrália foi marcado pelo grande número de ultrapassagens, acidentes e imprevistos. É difícil imaginar uma corrida mais emocionante e divertida para os espectadores.

Button largou em quarto e foi beneficiado por ser um dos primeiros a trocar os pneus, se adaptando cedo à chuva. Button desafiou os estragistas da McLaren e pediu para parar cedo. A decisão acertada empurrou-o para o segundo lugar, após a parada dos demais pilotos, onde ele ficou até a volta 26, quando o líder Vettel perdeu seus freios.

O alemão talvez merecesse um resultado melhor, depois de cravar a pole no sábado, quando se tornou o único piloto da história a conseguir uma volta abaixo de 1min24s no circuito. Kubica, da Renault, largou bem e também com a estratégia dos boxes conseguiu o segundo lugar no pódio.

O espetáculo em Melbourne ficou por conta de Webber, Alonso, Massa e Hamilton, que do terceiro lugar em diante passaram a corrida trocando de posições, com várias ultrapassagens emocionantes. A duas voltas do final, Hamilton e Webber colidiram, deixando o caminho livre para as Ferraris. Bom para Massa, que após uma largada sensacional, conseguiu seu segundo pódio na segunda corrida da temporada.

Depois do Bahrein, a sensação geral é que a FIA havia fracassado na sua tentativa de tornar o esporte mais emocionante. O fim do abastecimento durante a corrida e outras mudanças, argumentavam muitos, tornaram tudo mais previsível. Para alguns, a corrida seria decidida apenas na classificação do sábado, já que as mudanças dificultaram muito as ultrapassagens, estimulando os pilotos a pouparem seus pneus de desgaste.

A corrida na Austrália, por mais empolgante que tenha sido, não vai mudar imediatamente este debate. Grande parte da emoção em Melbourne aconteceu devido à chuva no começo da prova, e não necessariamente ao novo regulamento.

O clima dificultou o trabalho de todos no esporte - de estrategistas a pilotos, já que o desempenho dos pneus mudava radicalmente a cada volta - mas melhorou muito a tarefa dos espectadores.

O debate sobre o sucesso das mudanças da FIA e a emoção na F1 voltará na semana que vem, com o GP da Malásia. Por ora, é possível dizer que, apesar do novo regulamento, esta temporada não está sendo diferente de outras - a corrida em Melbourne é tradicionalmente imprevisível; enquanto o GP do Bahrein sempre foi chato.

Mais conteúdo deste blog...

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.