Arquivo para 2011-03

Desemprego tem leve alta e fica em patamar mais elevado desde agosto

Paula Adamo Idoeta | 12:16, quinta-feira, 24 março 2011

O nível de desemprego apresentou leve alta em fevereiro e chegou a 6,4%, o mais elevado desde agosto do ano passado, quando a taxa foi de 6,7%. Os dados foram apresentados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta quinta-feira.

Em comparação com janeiro, a taxa sofreu leve aumento de 0,3 ponto percentual, indicador considerado estável pelo IBGE. Na prática, isso significa mais 85 mil pessoas à procura de trabalho.

Já em comparação com fevereiro do ano passado (7,4%), houve recuo de um ponto percentual.

Na avaliação regional, o maior aumento do desemprego ocorreu em Belo Horizonte (passou de 5,3% para 6,3% no mês). Em contrapartida, a maior queda da taxa foi observada em São Paulo (redução de 1,5 ponto percentual).

Nas demais regiões analisadas – Recife, Salvador, Rio de Janeiro e Porto Alegre –, o desemprego se manteve estável.

Segundo o IBGE, o rendimento médio real dos trabalhadores foi de R$ 1.540,30 no mês passado, o que representa alta de 3,7% em relação a fevereiro de 2010.

A maior oferta de emprego foi observada no setor da construção civil, e a maior redução ocorreu no contingente de serviços domésticos.

Kassab anuncia fundação de partido

Joao Fellet | 15:21, segunda-feira, 21 março 2011

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, anunciou nesta segunda-feira a criação do Partido Social Democrático (PSD).

Kassab, que na semana passada se desfiliou do DEM (Democratas), disse que nas próximas semanas um grupo de trabalho definirá o estatuto e o programa do novo partido, segundo o site da Assembleia Legislativa de São Paulo.

De acordo com a Folha.com, Kassab afirmou em discurso que a sigla fará uma “oposição responsável" ao governo de Dilma Rousseff e será aliada do governo do Estado de São Paulo, do PSDB.

Ele ainda teria dito que o partido “nasce do povo, com o povo e para o povo brasileiro”.

O anúncio ocorreu na Assembleia Legislativa de São Paulo, em evento que reuniu cerca de 100 pessoas, além de outros 15 membros da nova agremiação.

Um dos principais aliados de Kassab no PSD é o vice-governador e secretário de Desenvolvimento do governo de São Paulo, Guilherme Afif Domingos, que também deixou o DEM.

Espera-se que o ex-governador paulista Cláudio Lembo também passe a integrar a nova agremiação.

Cabral confirma visita de Obama à Cidade de Deus

Júlia Dias Carneiro | 17:47, terça-feira, 15 março 2011

Antecipando-se ao Consulado dos Estados Unidos no Rio de Janeiro, o governador do Estado, Sérgio Cabral, confirmou que será a Cidade de Deus a favela visitada pelo presidente norte-americano, Barack Obama, na capital fluminense, no próximo domingo.

Pelo Twitter, ele respondeu a uma usuária que indagava se “é verdade que o presidente americano Barack Obama vai visitar a favela Cidade de Deus”.

“É sim, @NilsinhaB”, escreveu o governador às 23h de ontem. “Presidente Obama irá à Cidade de Deus conhecer de perto a experiência das UPPs. Michele Obama e suas filhas também vão.”

Sabia-se que o presidente visitaria uma comunidade com Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) em sua passagem pelo Rio, mas havia muita especulação a respeito de qual seria.

No páreo estavam também Dona Marta, Chapéu Mangueira e Morro da Babilônia, todas na Zona Sul do Rio.  As duas últimas tinham uma vantagem afetiva, já que foram cenário para as filmagens de ‘Orfeu Negro’, de Marcel Camus, filme que Obama citou em sua autobiografia como obra marcante na vida de sua mãe.

Mas a Cidade de Deus – cenário de outro filme conhecido internacionalmente, de Fernando Meirelles – tem a vantagem de ser plana e ter ruas mais largas. Isso pode favorecer o esquema de segurança em relação aos morros cariocas.

De acordo com o jornal O Globo, Obama irá de helicóptero ao Aeroporto de Jacarepaguá no domingo e seguirá para a Cidade de Deus em um veículo blindado. A segurança contará com reforço das Forças Armadas e do Batalhão de Operações Especiais (Bope), além dos policiais da UPP local, que foi inaugurada em fevereiro de 2009.

O Rio de Janeiro é a segunda parada de Barack Obama em seu giro pela América Latina. Ele passa o sábado em Brasília, onde encontrará a presidente Dilma Rousseff, políticos e executivos brasileiros. Do Brasil, Obama e sua família seguem para Chile e El Salvador.

Meirelles aceita convite para presidir Autoridade Pública Olímpica

Joao Fellet | 19:40, segunda-feira, 14 março 2011

O ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles anunciou nesta segunda-feira que aceitou o convite da presidente Dilma Rousseff para presidir a Autoridade Pública Olímpica (APO), órgão que coordenará as obras para os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.

Em entrevista no Palácio do Planalto, Meirelles disse que sua função será “coordenar os esforços das três esferas do governo e assegurar que as Olimpíadas sejam o sucesso que o Brasil e o mundo inteiro espera”.

“O evento será simbólico da capacidade do Brasil de fato ocupar esse novo espaço que tem no mundo”, afirmou.

O mandato de presidente da APO é de quatro anos, com possibilidade de extensão por outros quatro. A indicação de Meirelles ainda tem de ser ratificada pelo Senado.

A APO foi criada por meio de uma Medida Provisória editada no governo Lula, aprovada pelo Congresso em março. A medida ainda precisa ser sancionada pela presidente Dilma.

O órgão terá 171 funcionários e será controlado pelo Conselho Público Olímpico, formado por Meirelles, representantes da presidente, do governador do Rio de Janeiro e do prefeito da capital fluminense.

No Rio, Obama fará discurso na Cinelândia

Júlia Dias Carneiro | 13:28, segunda-feira, 14 março 2011

O presidente americano, Barack Obama, fará um discurso na praça da Cinelândia, no Centro do Rio, na tarde do próximo domingo. A informação foi confirmada nesta segunda-feira pelo Consulado Geral dos Estados Unidos no Rio de Janeiro.

O discurso do presidente em sua passagem pelo Rio havia sido confirmado no fim de semana, mas o local ainda estava por ser definido. A Cinelândia era considerada o local mais provável e chegou a ser vistoriada por agentes norte-americanos.

De acordo com comunicado divulgado pelo consulado, o evento será “gratuito, aberto ao público e direcionado a todos os brasileiros”, e o discurso contará com tradução. O acesso ao local se dará a partir das 11h30.

O cartaz de divulgação do evento adverte que o público deverá ter em mãos “carteira e documentos”, que “bolsas e mochilas não serão permitidas”.

O restante da agenda carioca do presidente ainda está por ser confirmada, mas deve incluir a visita a uma favela com Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) e ao Cristo Redentor.

Tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), a Cinelândia é um dos conjuntos arquitetônicos mais importantes do início do século 20 no Rio. A praça é circundada pelo Teatro Municipal, pela Biblioteca Nacional e pelo Palácio Pedro Ernesto, onde fica a Câmara de Vereadores do Rio.

Barack Obama chegará ao Rio depois de passar o sábado em Brasília, a primeira parada de seu giro pela América Latina. Depois, o presidente segue para Chile e El Salvador.

Nesta segunda-feira, o embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Thomas Shannon, se reuniu com o prefeito do Rio, Eduardo Paes, e o governador do Estado, Sérgio Cabral, para tratar dos detalhes da visita do presidente à cidade.

OEA pede ao Brasil informações sobre Belo Monte

Joao Fellet | 17:38, sexta-feira, 11 março 2011

A Organização dos Estados Americanos (OEA) pediu ao Brasil informações sobre o licenciamento ambiental concedido para a construção da usina hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu (PA).

A solicitação, segundo a Agência Brasil, ocorreu após pedido de medida cautelar encaminhada por ONGs contrárias à obra à Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) da OEA.

No documento, as ONGs pedem ajuda da OEA para suspender o licenciamento ambiental de Belo Monte. As organizações também solicitam a interrupção da obra e o respeito aos direitos dos moradores afetados pela construção.

Em resposta, a OEA pediu ao Brasil que fornecesse, em até dez dias, informações sobre o andamento da ação civil pública do Ministério Público Federal que solicita a suspensão imediata da licença parcial de instalação à empresa Norte Energia SA, encarregada da obra.

No documento enviado pela OEA ao governo brasileiro, a OEA diz que as ONGs alegam que a licença parcial dada à empresa não tem base legal e não cumpre requisitos definidos pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

A OEA também pede que o governo justifique a concessão da licença e apresente os procedimentos de consulta prévia realizados com povos indígenas que poderão ser afetados pela usina.

IPCA de fevereiro tem leve baixa em relação a janeiro

Rafael Spuldar | 10:24, sexta-feira, 4 março 2011

O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), taxa de inflação oficial do governo, teve variação de 0,8% em fevereiro, segundo informou nesta sexta-feira o IBGE.

O resultado foi pouco inferior ao de janeiro, que foi de 0,83%, e levemente superior ao de fevereiro de 2010, que havia sido de 0,78%. O IPCA acumulado em 2011 é de 1,64%, acima do verificado no mesmo período do ano passado (1,54%).

Considerando os últimos 12 meses, o IPCA fica em 6,01%, valor semelhante aos 12 meses imediatamente anteriores (5,99%).

A maior fatia do IPCA de fevereiro foi do grupo educação, com alta de 5,81% e contribuição de 0,41 ponto percentual no índice, ou 51%.

Segundo o IBGE, o aumento de 6,41% nas mensalidades dos cursos de ensino formal teve a maior contribuição individual no índice, com 0,31 ponto percentual.

Os demais grupos apresentaram variações inferiores às de janeiro, exceto os artigos de residência, despesas pessoais e comunicação.

O grupo alimentos, considerado por especialistas um dos "vilões" da inflação em 2010, teve desaceleração, passando de 1,16% em janeiro para 0,23% em fevereiro. Neste grupo, as carnes tiveram a maior queda em fevereiro, ficando com -2,81%.

Consumo das famílias cresce 7% em 2010, aponta IBGE

Rafael Spuldar | 10:55, quinta-feira, 3 março 2011

A despesa de consumo das famílias no Brasil cresceu 7% em 2010 na comparação com o ano anterior, segundo dados referentes ao Produto Interno Bruto (PIB) divulgados nesta quinta-feira pelo IBGE.

Economistas apontam as medidas para aumento da demanda, tomadas pelo governo em 2009, como um dos fatores principais para o aquecimento da economia brasileira em 2010. Segundo o IBGE, o PIB cresceu 7,5% no ano passado, maior alta desde 1986.

Ainda de acordo com os dados do PIB, a despesa do consumo da administração pública aumentou 3,3% em 2010.

Já a formação bruta de capital fixo - indicativo que mostra o aumento dos bens de capital das empresas - cresceu 21,8%, maior taxa acumulada em quatro trimestres na série iniciada em 1996.

Em 2010, as exportações tiveram crescimento de 11,5%, enquanto a alta das importações foi de 36,2%. Segundo o IBGE, a valorização do real em relação ao dólar, ocorrida entre 2009 e 2010, contribuiu para este resultado.

Mais conteúdo deste blog...

Post deste blog de acordo com o tema

Categorias

Estes são alguns dos temas mais populares cobertos por este blog.

    BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

    Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.