« Anterior | Principal | Próximo »

A ex-companheira de Lula

Rogério Simões | 2010-09-28, 11:13

lulamarinablog.jpgA poucos dias do primeiro turno das eleições presidenciais, uma nova batalha se consolida. De acordo com as mais recentes variações nas pesquisas de opinião, Dilma tem perdido votos depois das denúncias de tráfico de influência no Ministério da Casa Civil, em torno da sua ex-assessora Erenice Guerra (demitida em seguida pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva). As mesmas pesquisas indicam que a candidata do PV, Marina Silva, foi a maior beneficiada pela queda da candidata do governo. Segundo a mais recente sondagem Datafolha, Marina subiu três pontos percentuais e chegou a 14% das intenções de voto. Se Dilma Rousseff não vencer já no primeiro turno, a responsável pode ser sua ex-colega de ministério.

O presidente Lula, apesar de não ter seu nome nas urnas de uma eleição geral pela primeira vez desde a redemocratização (candidatou-se a governador de São Paulo em 1982, foi eleito deputado federal em 1986 e disputou a Presidência em 1989, 1994, 1998, 2002 e 2006), é um personagem central no pleito. Lula tem feito tudo o que pode para garantir que sua escolhida o substitua no Planalto, inclusive participado ativamente de comícios em que geralmente se torna a atração principal. Suas aparições no horário eleitoral gratuito na TV foram certamente responsáveis em grande parte pela disparada de Dilma nas pesquisas. Lula tem sido, até agora, um supracandidato, um personagem central da campanha que, na boca da urna, vê seus planos ameaçados por uma ex-companheira de mais de 20 anos.

Se sua história de vida fez de Lula um símbolo da ascensão da classe trabalhadora, um exemplo de luta em meio à massa operária do ABC paulista, Marina Silva pode ser vista como seu espelho no norte do Brasil. Ex-colega de ativismo de Chico Mendes, com quem fundou a Central Única dos Trabalhadores do Acre em 1985, Marina era o Lula da Amazônia. Em sua luta pelos direitos dos seringueiros e pela defesa da floresta, era uma militante pura, símbolo de um Partido dos Trabalhadores diferente de "tudo que está aí", como dizia um antigo jingle de campanha de Eduardo Suplicy. Em comparação com a pragmática Dilma Rousseff, que passou mais tempo da sua vida política no PDT do que no PT, Marina Silva é a essência do purismo petista de outrora. Apesar de ter sido, assim como Dilma, ministra de Lula, abandonou a Presidência lulista. Diante do que chamou na época de "dificuldades" para realizar seu trabalho, acabou jogando a toalha. A ex-pedetista associada à ideia de crescimento econômico (energia, PAC) ganhou o espaço que poderia ter sido da petista histórica, defensora da floresta. Na prática, Lula trocou uma companheira pela outra.

Agora, roubando votos de Dilma Rousseff, Marina Silva ameaça estragar os planos de seu ex-amigo e ex-colega de luta sindical. O projeto de Lula será significativamente abalado caso Dilma não assegure uma vitória já no primeiro turno, o que explica por que o presidente tem estado tão dedicado em evitar uma segunda votação. Caso José Serra consiga obter o apoio de Marina e derrotar a candidata do presidente, terá realizado um feito histórico. Mas o mais provável é que, mesmo em um segundo turno, Dilma continue sendo favorita contra um adversário que, no momento, depende da estrela do PV para compensar uma campanha pouco empolgante.

A vitória em dois tempos, entretanto, não terá sido tão avassaladora como o presidente Lula sonhou. O poder da presidente Dilma será reduzido, possibilitando uma disputa mais acirrada em 2014. Ao escolher Dilma como sucessora, em vez de Marina, o presidente optou por um estilo de política em detrimento de outro, a companheira das obras no lugar da companheira ambientalista. Mas, fora do PT e longe Lula, a estrela de Marina Silva ainda pode brilhar.

ComentáriosDeixe seu comentário

  • 1. às 04:03 PM em 28 set 2010, Simone VB escreveu:

    Marina é a melhor candidata. Nós, voluntários de Marina Silva, estamos empenhados para que ela siga para a disputa no segundo turno, é fato que só ela cresce nas pesquisas, demonstrando que a sociedade civil tem poder. É a única canditada sem apoio de partidos políticos, que tem uma arrecadação na internet de voluntários e com propostas para o futuro que proporcionará a proteção do nosso bem mais precioso a AMAZONIA. Além disso, tem visão, quer investir na educação, o que garantirá o amadurecimento do eleitorado, que tem sido tratado de forma infantilizada, sendo manipulado com promessas eleitoreiras que não dignificam. Ela tem ética, é conciliadora e já deixou claro que vai governar com os melhores de todos os partidos. Ela vai governar para os brasileiros e não para um partido político!!!
    Cada simpatizante de Marina + 1 Voto = Marina no segundo turno!! Traga um voto para Marina e vamos mudar o Brasil.

  • 2. às 04:43 PM em 28 set 2010, Thiago escreveu:

    Marina é o purismo do PT? como assim? Ela está associada ao Gabeira... por favor... menos...

    Marina é uma marionete da imprensa que resolveu investir nela como tentou com Heloiza Helena e com o Cristovam Buarque.

    A única coisa que vai enfraquecer em Lula se houver segundo turno é a tese plebicitária que ele pregou apra essas eleições. Se Ciro não entrou para viabilizar o primeiro turno, Marina não teve a mesma dignidade e aceitou ser fantoche para levar Serra para o 2o turno.

  • 3. às 08:33 PM em 28 set 2010, Simone VB escreveu:

    Voto na Marina com consciência tranquila de que é a melhor opção. Os parlamentares citados são exemplos de brasileiros, ao contrário das alianças do PT, um partito prostituído que sobe o palanque e pede votos para família Sarney, Crivella, Collor... A militância do PT é igual aos seguidores da igreja Renascer, onde "bispos" levam dinheiro dentro da bíblia, mas os fiéis acreditam na inocência dos seus líderes. Me poupe.

  • 4. às 09:33 PM em 28 set 2010, jan z. volens escreveu:

    Eu escrevi num comentario do leitor ("taz" Alemanha), acerca a primeira noticia da candidatura de Marina da Silva - em 17. Ag. de 2009: "Ela sera o 'Cavalo de Troia' dos EUA no Brasil!" Ela e os ONGs financiadas pelos governos dos EUA, Britanha, Alemanha e Holanda - sabotearao o desenvolvimento do Brasil.

  • 5. às 11:37 PM em 28 set 2010, Raphael Pereira escreveu:

    Quem vota em marina, apoia serra.
    E,parafeaseando Paulo Henrique: "O que pensa essa mulher? Quais são suas ideias? Até hoje, não descobri.

  • 6. às 02:36 PM em 29 set 2010, Alencarf escreveu:

    Como somos nós que pagamos vocês politicos, não precisamos mais dos serviços do Lula nem da Dilma, queremos agora um planeta verde ! Então por favor passem no RH e assinem a demissão ! Sucesso no proximo emprego ! Marina vc assume o cargo. Boa sorte nesse trabalho !

  • 7. às 12:33 AM em 30 set 2010, Marcio escreveu:

    Não gosto do termo 'estragar os planos do Lula'. Acho que se Marina foi companheira de Lula por tantos anos no PT, é porque naquele tempo, seguramente, ela achava coesão no partido, mas, se mesmo como ministra do governo 'petista' ela preferiu se abster de seu cargo, alguma razão, forte, deve ter.
    Hoje, ela ganha força mediante a campanha de Dilma, pelo claro motivo de as pessoas não confiarem na sucessora de Lula, que parece ser mais candidato que Dilma. O governo PT mesmo em época eleitoral deixa 'escapar' maracutaias. Estamos cansados disso, e outra, o discurso quem engloba causas ligadas à sustentabilidade é o de Marina. Ela sabe o que é a dificuldade que muitos e muitos brasileiroas passam, assim como Lula, por isso atribuo mais um ponto de empatia com o povo brasileiro.
    Não votaria em Dilma em hipótese alguma. Não conheço tanta gente assim disposta em votar nela, nem confio nessas pesquisas. Que me chamem de louco, mas, p/ mim, são forjadas. Afinal, as pessoas pensam: 'vou votar no candidato que tem 50%, gosto do outro, mas ele só tem 17%. Não vou jogar meu voto fora'.

  • 8. às 04:24 AM em 30 set 2010, Carlos Augusto Gomes escreveu:

    Acho que a sua avaliação está errada. Primeiro, sobre as pesquisas. Com exceção da datafolha, que é muito suspeita, as demais apontam vitória com boa margem de Dilma no primeiro turno. Ou seja, você está usando de uma única pesquisa para tecer um argumento parcial, muito parcial.
    Outra, a Marina vai sair enfraquecida desta disputa, como a Heloisa Helena, que caiu no ostracismo. Primeiro, porque PV não representa a esquerda e é um partido fraco, sem muita representatividade. Aliás, não sei o que representa. Depois, porque me parece que o discurso não encontra ressonância nos movimentos mais engajados da sociedade. A verdade é que ela está sendo usada como "boi de piranha" pela grande imprensa e partidos da direita, para que o Serra alcance o segundo turno.
    Acredite, Marina vai sair perdendo sob todos os aspectos nesta eleição. Infelizmente, por capricho próprio e vaidade.

  • 9. às 04:27 AM em 30 set 2010, Carlos Augusto Gomes escreveu:

    Outra coisa, já que a BBC gosta tanto de falar ciência, vocês poderia destacar o artigo publicado ontem, 29, pela Nature sobre os investimentos do governo Lula na ciência no Brasil. Que tal?

  • 10. às 06:17 AM em 30 set 2010, Daniel escreveu:

    O PV em qualquer parte do mundo representa a Direita e Marina tem servido unicamente nessa campanha para dar algum fôlego a candidatura de José Serra, permitindo que ele vá para um segundo turno.

    Ela nada mais é do que uma marionete da Direita, algo que envergonharia seu mentor Chico Mendes, que ela tanto cita em seus discursos.

    Além de fazer parte do joguete da grande imprensa e da Direita do Brasil, Marina não tem propostas concretas pra nenhum tema. Saúde, Educação, Emprego, Segurança... nenhum desses temas conta com alguma proposta prática da candidata Marina que, diante de tamanha falta de consistência programática, resolveu apostar tudo num discurso bonito e vazio, que prende a atenção e emociona, mas não apresenta nenhuma solução.

    No final das contas ela é a pior candidata, com a pior das plataformas e empurrada com o pior dos propósitos, dar fôlego extra ao moribundo candidato demotucano.

  • 11. às 06:53 PM em 30 set 2010, Grilo D escreveu:

    Concordo com o começo e discordo do fim do artigo.
    Realmente Marina é uma espécie de "Lula da Amazônia", com um histórico de lutas singular e que me fez fã dela (eu pulava de alegria quando Lula a chamou para o MMA). Pena que seu partido seja capacho de forças reacionárias, mas creio que Marina encontre um caminho digno dela no futuro.
    Mas discordo que a subida de Marina, causando um segundo turno, eliminaria a importância da eventual vitória de Dilma. Lula se elegeu, se reelegeu, mudou o Brasil e, se eleger a sucessora, terá sido um herói. Claro que uma vitória achapante de Dilma teria mais peso, mas uma vitória menor e mais demorada, não seria desimportante em hipótese alguma.
    Abraços,
    Grilo D

  • 12. às 07:35 PM em 30 set 2010, Fabricio escreveu:

    A Marina saiu do PT!! Ela é uma oportunista e cobra mandada da mídia malcheirosa!! E o ZÉ PEDÁGIO? Por gentileza Sr.Rogério Simões conte a história verdadeira do ZÉ-PEDÁGIO e suas falcatruas !! ÊLE E O GILMAR DANTAS !!! VERGONHOSO !!

  • 13. às 05:37 PM em 01 out 2010, geraldo escreveu:

    Bom "onda verde" não pode ser tratado como fanatismo de uns que não saíram dos anos 70.....hj é sério, hoje o representante que não pensar "verde" (sem referencias ou puxação de saco de alguém)estará conduzindo seus compatriotas para um esgoto sem volta....
    é claro que não é só nisso que se deve pensar, mas pensar agora...coisa que antes se deixava de lado.
    Abraço
    fiquem com Deus

  • 14. às 03:47 PM em 02 out 2010, Walter Cesar escreveu:

    Se fosse verdade o orgão de pesquisa DATAFOLHA. né? Bastante questionado e sem credibilidade nessa eleição. Se fosse verdade que Marina Silva representa-se excelente governo quando ministra, o que não ocorreu até pelo contrário. Se!

  • 15. às 07:53 PM em 03 out 2010, OTACILIO ROJAS MARTINS escreveu:

    EU QUERO SEGUNDO TURNO !!! TEM MUITA COISA A SER APURADA E REPENSADA !!!

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.