« Anterior | Principal | Próximo »

Celular meteorológico

Categorias dos posts:

Eric Camara | 2009-06-18, 11:06

telefonia.jpg

Em todos as previsões de impactos das mudanças climáticas no mundo, a África aparece como um dos continentes mais duramente atingidos. Contraditoriamente, os países africanos são também os que têm menos dados e estudos sobre o assunto.

O Fórum Humanitário Global (FHG), a Organização Meteorológica Mundial (OMM) e a empresa de telefonia Ericsson lançaram uma ideia inovadora para mudar esse quadro: instalar estações meteorológicas em antenas de transmissão de celulares.

Em toda a África, existem cerca de 200 estações meteorológicas aprovadas pela OMM. Só no Brasil, temos cerca de 400. Em toda a Europa, existem milhares delas.

O objetivo do projeto, anunciado nesta quinta-feira pelo presidente do FHG, o ex-presidente da ONU Kofi Annan, é mudar esse quadro, instalando 5 mil estações automáticas em vários países.

O pulo-do-gato do Weather Infor For All (informações sobre o tempo para todos, em tradução livre) é baratear os custos da instalação com parcerias com empresas de telefonia.

A fase piloto do programa já começou, com 19 estações instaladas em três países: Quênia, Tanzânia e Uganda. Se o projeto realmente for adiante, vai ficar mais fácil para os países africanos adaptarem políticas e até técnicas agrícolas mais rapidamente às mudanças que são previstas.

Quantos "ovos de Colombo" como esse podem estar dando sopa por aí?

ComentáriosDeixe seu comentário

  • 1. às 06:56 PM em 23 jun 2009, André escreveu:

    Gostei muito dos seus textos. Realmente você é uma pessoa antenada nas questões ambientais.

  • 2. às 10:20 PM em 10 jul 2009, Eric Camara escreveu:

    Oi André! Muito obrigado por seu comentário, ainda que só o tenha lido quase um mês depois... Dei uma olhada geral no seu blog e já inclui nos favoritos!
    abs
    eric

BBC navigation

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.