« Anterior | Principal | Próximo »

Governo do Rio atribui arrastões a pacificação de favelas

Júlia Dias Carneiro | 2010-11-22, 12:28

Os arrastões que ocorreram no Rio de Janeiro durante o fim de semana e nesta segunda-feira foram associados pelo governador do Estado, Sérgio Cabral, às ações de pacificação nas favelas da cidade, com a implantação das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs).

“Sem dúvida, os arrastões têm relação com reconquista de território e com a nova política de segurança pública do Rio. Nós não vamos retroceder nessa política. Vamos avançar, pacificando comunidades e levando paz à população”, declarou o governador durante evento na manhã desta segunda-feira.

Cabral anunciou que o secretário José Mariano Beltrame está reunido com a cúpula da Secretaria de Segurança Pública para definir os próximos passos da Polícia Militar.

“Estamos preparando uma reação organizada contra os crimes cometidos neste fim de semana”, disse ele, referindo-se aos assaltos a motoristas realizados na via Dutra, na Linha Vermelha, na Lagoa e no bairro de Laranjeiras.

Enquanto isso, novos assaltos foram realizados na manhã desta segunda-feira em Irajá, subúrbio do Rio. Três veículos foram incendiados e os pertences dos motoristas foram roubados.

Cabral anunciou que o policiamento nas ruas ganhará o reforço de 150 novas motocicletas nesta segunda-feira. É a primeira leva de uma encomenda de 325 motocicletas compradas pela Secretaria de Segurança.

A prioridade é de emprego das novas motocicletas em áreas onde arrastões seguidos de roubos têm ocorrido com mais frequência.

ComentáriosDeixe seu comentário

  • 1. às 1:36 em 2010-11-23, Micky Oliver escreveu:

    Infelizmente,o Estado do Rio de Janeiro é uma vergonha nacional!
    Se o dinheiro do tão polêmico e cobiçado royalty fosse empregado na educação e na segurança pública de verdade,cenas e notícias como essas não seriam tão comuns nas páginas dos jornais.
    O que o Rio precisa é de um capitão Nascimento de verdade! Aliás,de vários capitães Nascimentos.

  • 2. às 12:17 em 2010-11-23, hilson mergulhão breckenfeld filho escreveu:

    a tese do governador é a de que os ataques são uma resposta dos traficantes ao processo de paz e amor do governo, certo estava stanislaw quando escreveu ¨ festival de besteiras que assolam o país ¨esse cabral é risivel não fosse trágico as lágrimas pela perda dos royalties mostram o despreparo técnico para administrar

  • 3. às 12:20 em 2010-11-25, ognei vieira escreveu:

    é uma vergonha esse País.não tem condições de fazer copa nem olimpíada,nem quermesse,o governador do Rio,ogoverno federal,o secretário da segurança,todos um bando de zero a esquerda,pobre Rio,pobre Brasil pobre povo.

Mais conteúdo deste blog...

Post deste blog de acordo com o tema

Categorias

Estes são alguns dos temas mais populares cobertos por este blog.

BBC navigation

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.