« Anterior | Principal | Próximo »

O fim do mundo

Categorias dos posts:

Rogério Simões | 2009-04-15, 17:15

nagasaki.jpgO alerta está em vários lugares, para aqueles que circulam pelo maravilhoso mundo da internet: o mundo acabará em 2012. Uns dizem que não é exatamente o fim do mundo, mas o fim deste mundo que conhecemos, será na verdade apenas uma grande transformação em 21 de dezembro, no solstício de inverno desse fatídico ano. O fato é que tudo teria sido previsto pelos maias, que eram ótimos astrônomos e cujas profecias costumam gerar bons debates na internet ou conversas de botequim.

A tese de um cataclismo de grandes proporções também é abraçada por muitos ultrarreligiosos que esperam por algum tipo de armagedom planejado por ninguém menos que o grande criador do céu e da Terra. O comediante americano Bill Maher, no hilário filme Religulous, em cartaz aqui em Londres, passa pelo tema com todo o deboche possível e faz, ele mesmo, um alerta particular: a crença religiosa no fim do mundo pode um dia fazer com que a humanidade realmente ponha as mãos na massa e acabe de vez com a vida no planeta azul.

A verdade é que, infelizmente, não estamos imunes a isso. Uma destruição lenta e gradual poderá vir com a constante emissão de gases causadores do efeito estufa e o consequente aquecimento global. Mas o homem continua também detentor de meios para destruir o planeta de forma muito mais rápida. Desde a sua estreia no cenário internacional, em agosto de 1945, no Japão, as bombas atômicas nunca abandonaram completamente o papel de pesadelo coletivo da humanidade. Com isso em mente, Barack Obama falou, em sua recente vinda à Europa, de seu plano para "um mundo sem armas nucleares". O presidente americano afirmou que os Estados Unidos têm "responsabilidade moral" para liderar a comunidade internacional na direção desse objetivo, e as novas negociações com a Rússia nessa área seriam o primeiro passo. Um passo para prevenir o fim do mundo.

Poucos especialistas, entretanto, acreditam ser possível eliminar todas as armas nucleares do planeta. Muitos alertam que seria inclusive perigoso, já que bombas atômicas têm também a capacidade de garantir a paz, servindo como instrumento para deter a possível ação de grupos ou líderes fanáticos que quisessem, deliberadamente, causar a maior destruição possível. Sem armas nucleares, o mundo estaria à mercê de qualquer um que voltasse a fabricá-las. As palavras de Obama seriam, então, apenas uma fonte de inspiração, não devendo ser levadas ao pé da letra. Até porque mal elas haviam sido pronunciadas, a perspectiva da destruição total e inconsequente voltou a preocupar uma pequena faixa de terra no extremo leste do planeta, a Península coreana.

A crise envolvendo a comunista Coreia do Norte e o resto do mundo voltou com força total. O recluso regime suspendeu as negociações sobre o seu programa nuclear e retomou o trabalho em suas usinas. Disse que a decisão do Conselho de Segurança da ONU, de condenar o seu lançamento de um foguete, havia sido uma "declaração de guerra". Como o regime norte-coreano não segue os mesmos parâmetros de raciocínio que normalmente se vê em política internacional, é difícil saber o que pode sair da cabeça do seu líder supremo, Kim Jong Il.

O agravamento da crise reforça os argumentos dos que defendem que tanto os Estados Unidos como as outras potências devam manter seus arsenais, já que sem eles perderiam sua capacidade de pressionar ou até mesmo se defender de regimes fanáticos e imprevisíveis. Com isso, permanece viva a tese de que as armas nucleares vieram para ficar, e o Irã, assim como Paquistão e Índia anos atrás, vê-se no direito de, pelo menos, dominar sua tecnologia. As palavras de Barack Obama seriam uma fonte de inspiração, mas, ao pé da letra, não passariam de uma utopia impossível. Visto dessa maneira, o perigo pode não estar em 2012, mas a profecia maia ainda pode um dia se confirmar.

ComentáriosDeixe seu comentário

  • 1. às 08:59 PM em 15 abr 2009, Thiago escreveu:

    Bom se isso tudo não tivesse um pingo de verdade, porque então empresas conceituadas como discovery e history channel sairiam por ai fazendo documentários com tantos ciêntistas e especialistas no assunto estariam envolvidos nessa história !! ?? Ou será que algum doido inventou essa história e tudo mundo aceitou sem procurar fundamento ou pra ver se realmente é verdade ? Porque emissoras como a rede globo foram ao ar no domingo onde a maioria do povo brasileiro assiste o fantástico e desmentir essa história !! acho que assim como os seres humanos a terra tem começo, meio e fim !!!acho que estão tirando a oportunidade de milhões de pessoas se salvarem.

  • 2. às 10:00 PM em 15 abr 2009, Marcos Martins escreveu:

    É importante termos em mente que a profecia Maia não fala de fim "do mundo", e sim do fim "do tempo". A interpretação de que em 2012 veremos o fim "do mundo" ganha força erroneamente, pois naturalmente o planeta Terra ainda continuará existindo por milhões de anos.
    Alguns especialistas e estudiosos deste assunto afirmam que o que veremos em 2012 será o fima da contagem do tempo de forma linear, ou seja, um “antes”, seguido de um “agora” e um "depois".
    Após 2012, supostamente poderemos acessar o tempo do "eterno agora" onde os limites do tempo (e também do espaço) inexistem....Estes conceitos podem parecer absurdos mas muitas áreas da ciência, especialmente a física quântica, já apresentam algumas "validações científicas cartesianas" que ajudam a nossa cultura materialista a gradualmente se preparar para estes assuntos.
    O tema “2012” é vasto e complexo e envolve muitos cientistas e estudiosos sérios, além das banais “conversas de botequim”. Com a aproximação da “fatídica” data e os besteiróis que Hollywood pretende lançar sobre o assunto, é fundamental que a mídia (e todos os cidadãos indivudualmente/autonomamente) façam uma pesquisa séria sobre o assunto para que possamos nos posicionar correta e seriamente sobre o momento que a humanidade (e o planeta) está vivendo.
    O que a Humanidade está vivendo no momento neste planeta é um momento crítico, de escolhas cruciais, no qual como sempre diz o Obama, “nós podemos” fazer a diferença, e claro que para fazer a diferença, quanto melhor informados estivermos, melhor será...Pesquisem no Google, pois além das abordagens superficiais e apocalípticas do assunto existe muita informação séria a ser garimpada por ai...Namastê...

  • 3. às 10:05 PM em 15 abr 2009, dione carrion escreveu:

    Acho que as intençoes do presidente Obama ate sa bem intencionadas mas ate ele falar que os EUA tem moral para falar em desarmamento nuclear e outra coisa,afinal quem lançou a primeira bomba atomica nao foram eles ou a historia mente?

  • 4. às 02:52 AM em 16 abr 2009, Michel Calixte Edmond Bompy escreveu:

    Infelismente o mundo não está salvo dos loucos que estáo no poder em certos paises. As previsões com o futuro da humanidade a tempo não são das melhores , pois ha muitas decadas a preocupação do homem com o planeta não existe . As armas nucleares só vem se somar aos perigos já existentes para que se acabe com o nosso planeta .

  • 5. às 03:45 AM em 16 abr 2009, Roberson escreveu:

    O mundo já esteve a um passo de presenciar sua hecatombe quando os testes intercontinentais de defesa aérea dos USA falhou,mostrando nas telas de supercomputadores militares que seriam alvos de uma rajada de mísseis nucleares vindos direto da Russia.Isso aconteceu devido a um erro humano que deixou o programa militar anti mísseis no modo Simulação e isso quase custou o fim dos tempos.Nossa sorte foi que o encarregado de acionar as ogivas atômicas como uma resposta ao "ataque" esperou o pior ja que ninguém tinha certeza que se tratava realmente de uma chuva de mísseis atômicos sobre os EUA.Nas próprias palavras do homem que cordenava e tinha em seus ombros essa difícil decisão é algo como presenciar o fim dos tempos sem saber o que fazer,não importa o quanto você seja graduado ou forte psicologicamente.

    Esse fato citado,foi exibido em um documentário a alguns meses pelo Discovery Channel e pode nos mostrar com exatidão a magnitude e a seriedade da situação catatônica de uma ação como esta.

    Nos dias de hoje,nossa sobrevivência e a perpetuação do planeta como conhecemos hoje está nas mãos de grandes líderes mundiais seja pequenos ou grandes,cada um tem seu modo de agir e pensar sobre cada circunstancia e ato alheio.É assustador saber que somos de fato marionetes (em partes) em um palco propenso a entrar em chamas sem volta.

    A Coréia do Norte é governada por homens insanos,propensos a desequilíbrios em suas atitudes,pondo em risco o mundo com seu programa nuclear mais do que ja estamos alertados sobre esse assunto.É uma sensação estranha de fraqueza apenas observamos essa "valsa" nuclear,enquanto estamos ao mar ser saber o que pode acontecer amanhã.

    Infelizmente uma coisa é certa:O planeta Terra não durará para sempre e isso é comprovado por centenas de teorias além das possíveis guerras de proporções nucleares.São dezenas de maneiras mais concretas e sólidas de erradicação do planeta.Quem sabe até la o homem não esteja ocupando outro ponto no sistema solar,caso contrário o desaparecimento da raça humana será inevitável devido a outros fenômenos naturais de proporções arrasadoras

  • 6. às 03:58 AM em 16 abr 2009, Sávio escreveu:

    Como já afirmado na reportagem, a eliminação das armas nucleares traria um enorme perigo para o planeta, já que, na verdade, a missão destas é simplesmente a de manter a paz. Mesmo sua redução a certos níveis, nos casos dos arsenais estratégicos dos EUA e da Rússia, poderia ser considerada uma ameaça, não a paz, mas à população mundial. Tal redução exigiria uma mudança na política de designação de alvos, que passariam dos alvos militares para os alvos econômicos e infraestruturais. Estes últimos, em sua maioria, situam-se próximos a grandes centros populacionais, que inevitavelmente seriam destruidos no caso de um confronto. Desta forma, o mais sensato seria falar em manutenção do atual nível dos arsenais estratégicos e não em sua redução ou posterior eliminação. Um maior controle e redução dos arsenais nucleares táticos é, sem dúvida, a maior necessidade atual. Mais do que ameaças, estas são, sem dúvida, as mais efetivas - e amendrotadoras - ferramentas da paz.

  • 7. às 05:14 AM em 16 abr 2009, Darío Pires escreveu:

    Um dos grandes erros do ser humano (incluindo jornalistas), é achar que o homem vai acabar com o planeta terra. E é justamente o inverso, o planeta é que vai acabar com o ser humano e com a vida na terra.O planeta apenas vai se adaptar !. O triste de tudo isso é que os animais que não tem nada ha ver com isso também vão entrar no barco furado.Acho que esse conceito de achar que a terra é "nós" é que é errado. Nós não somos praticamente nada nesse universo.

  • 8. às 12:54 PM em 16 abr 2009, Tiago Wesley escreveu:

    Essa ladainha ai em sima não serve pra nada, as grandes potencias só estão esperando um bom motivo para lançar suas bombiinhas em quem quer que seja, talves não lançarão até agora porque todos tem medo de iniciar uma guerra nuclear e a destruição do mundo, ou seja não terá vencedores. Mas que eles estão loucos pra usar estão sim, é como vc ter uma ferrari na sua garagem, de que adianta, vc fica louco para acelera-la até o fim não é... a Mesma coisa são com as Ferraris Nucleares de destruição em massa, mas como eu disse, niguem terá coragem de lança-las, e quando esse mundo se acabar Jesus já terá vindo buscar os Seus.

  • 9. às 02:09 PM em 16 abr 2009, Rafael escreveu:

    Os Estados Unidos tem mesmo que se preocupar pois eles lançaram as bombas atômicas contra duas cidades do japão sem tem misericórdia de mulheres e crianças e nao será de se estranhar se algum pais inimigo fizer o mesmo com os Estados Unidos, pois ele não aprenderam a lição.

  • 10. às 05:06 PM em 16 abr 2009, Cecy Haemmerli escreveu:

    O momento que vivemos hoje, sobre a questão do desarmamento, é tão igual e/ou parecida com o período da guerra fria, com misseís apontados. E sobrevivemos. Muda-se vários aspectos, mas a questão é tão antiga: o problema e a humanidade do homem. Esses programas dirigidos às massas não pensantes, como o "Fantástico" por exemplo, é apenas uma forma de manipulação, a fim de justificar e "acalmar" as pessoas através de profecias religiosas (a maioria aceitam e é bem mais simples), as mudanças e os avanços das sociedades. Sempre vivemos sob o risco da iminência de que algo pode acontecer, se levarmos ao "pé-da-letra", você corre o "risco" de não querer ir trabalhar, porque há um "risco" de que um meteoro/orito pode cair na sua cabeça. Isso leva às fobias, principalmente as do pânico, que virou epidemia, e não foi à toa...

  • 11. às 05:57 PM em 16 abr 2009, Ricardo escreveu:

    Eu acho que a profecia se fara fato. Em 2012 todas as pessoas religiosas, crentes e desmioladas serão levadas para passar a Eternidade no inferno!

    Os Ateus por sua vez vão dominar o mundo, e ele sera bonito e puro. Sem a necessidade de armas, e/ou bombas nucleares.

  • 12. às 10:44 PM em 16 abr 2009, Gabriel escreveu:

    Quem não disparou as ogivas foi um russo e não um americano, após o fato ele perdeu o posto dele e etc. Para mais, visitem http://dragaodagaragem.blogspot.com/2006/04/agradea-ao-salvador.html

  • 13. às 12:25 AM em 17 abr 2009, Diego Casaes escreveu:

    Concordo com que o Marcos Martins falou no comentário n.° 2, no que tange à interpretação da mensagem de 2012 como "fim do tempo" não "fim do mundo" sob uma perspectiva de passagem do tempo e contagem de calendários.

    Quanto ao real motivo do post, porém, ouso dizer que infelizmente as armas nucleares ainda são "necessárias" para a manutenção da paz na terra, mesmo que seja uma paz trazida pelo medo de ser atacado. Países cujos governantes têm a fama de serem "emocionalmente instáveis" como a Coréia do Norte devem ser tratados sob os princípios da diplomacia, em meu ver. Afinal de contas, é um território "desconhecido", em que se pisa em ovos, e cuja sociedade civil por vezes também sofre opressão dos seus líderes, um em particular.

    Discordo porém que outros países tenham a obrigação de interromper seus programas de enriquecimento de Urânio para a produção energética e conseguinte distribuição dessa matriz no próprio país e para territórios vizinhos, a exemplo do Irã. Todavia, não se deve tapar o sol com a peneira e achar que os líderes de lá são poço de boa vontade. Mais uma vez, aposto na diplomacia como ferramenta para que o ocidente e os países tidos como "extremistas" cheguem a um acordo comum.

    Sobre o fim do mundo? Well... nada se cria, tudo se modifica. Além do mais, ainda temos muito que nos aperfeiçoar intelectualmente e espiritualmente antes de qualquer cataclisma aconteça naquilo que chamamos de Terra.

    =)

  • 14. às 12:53 PM em 17 abr 2009, Everton Rocha escreveu:

    As coincidências são muitas. A Bíblia, os Maias e outros falam de um fim. Já está claro que o modo de viver e se organizar da sociedade humana atual, que diz ser a mais esclarecida e mais avançada tecnologicamente em todos os tempos, está equivocado, e o que acreditamos como sendo "progresso", significa destruição a longo prazo, ou curto mesmo. Terremotos, Catástrofes, homens querendo paz na terra, mas armados até os dentes. Até as igrejas falam em paz, mas mandam seus fiéis a guerra, lavam dinheiro e abusam de crianças. Me admira falarem tanto dos maias, bastava olhar pra Bíblia que previu tudo isso. Mas, é mais charmoso dizer que os MAIAS que disseram.

  • 15. às 02:14 AM em 18 abr 2009, C.Martins escreveu:

    A situaçäo em que, no actual mundo de progresso, a Humanidade se encontra, enfrentando, cada vez mais, a Miséria, - moral, física e espiritual, - a inépcia dos Governos, perante a chamada democracia, - em que a liberdade, (a tal), é a causadora da corrupçäo que campeia, será a causa da desconforme situaçäo em que a Vida na Terra se encontra.
    E näo só. O próprio habitat, inexòravelmente, está sofrendo com isso, (a situaçäo dos gelos nos polos, consequência do descontrolo atmosférico), ainda que optimistas, procurem deter os já visiveis danos, (depois de burro morto...)
    Tudo isso, porque os "pastores" de cada "quinta", afim de manterem o "cajado', governam independentemente, e de acordo com tradiçöes manobrando o "pastoreio" a seu gosto, o qual, com papas e bolos..., väo votando.

    Poderäo, deuses e profetas, pressagiar os mais variados favoráveis eventos, contudo uma profunda análise sobre a existência da Vida, seu comportamento e auto-destruiçäo, proporcionará a inexorável e irreversível realidade dos factos.

    Em resumo, a verdade é que, perante o que se está testemunhando, 'o fim do mundo', bate certíssimo com o que Alguém, sobre isso, afirmou;

    "Aprendei, pois, esta parábola da figueira; quando já os seus ramos se tornam tenros e brotam folhas, sabeis que está próximo o veräo.
    Igualmente, quando virdes todas estas coisas, sabei que ele está próximo, às portas."


  • 16. às 07:44 PM em 18 abr 2009, Jose M de sousa escreveu:

    As transformações que ocorrerão a partir do ano 2012, corresponde ao inicio do fim das atuais organizações religiosas (Babilônia.

    Isto vai acontecer quando a verdade (Cristo - Jo. 14:6)for revelada (vier)através da fé de alguns e da ciência, se cumprindo a passagem bíblica que diz:

    "Mateus 8:11 Digo-vos que muitos virão do Oriente e do Ocidente e tomarão lugares à mesa com Abraão, Isaque e Jacó no reino dos céus.
    ".

    Oriente representa a fé e Ocidente a ciência.

    Deus inspirou o Vaticano, para promover em março deste ano uma confeência internacional entre cientistas e teólogos, para conciliar a teoria da evolução com a criação.Em breve o mundo vai descobrir que a teoria de Darwin não tem nada a ver com a criação, pois, a criação trata da evolução do reino de Deus (ou céus) que está dentro do homem (Lucas 17:21)e não do mundo físico.

  • 17. às 02:14 AM em 19 abr 2009, C.Martins escreveu:

    Por várias vezes foi enviado um comentário (escrito de acordo com as éticas jornalisticas impostas), referente ao artigo "O fim do Mundo".

    Porque até ao momento a sua publicaçäo foi negada, conclui-se que os responsáveis actuam de acordo com normas discriminativas.

    Deste modo, procurarei outro jornal onde, como leitor, seja mais considerado.

    Grato pela atençäo.

    C.Martins

    P.S.: Agradeço meu nome e endereço electrónico sejam eliminados da zona comentária.

  • 18. às 04:04 PM em 19 abr 2009, Marcos de Luca Rothen escreveu:

    Tem muita gente que ainda se ilude e espera que promessas de campanha vão resolver o problema do mundo. Quando assumiu o Obama fez até o certo, vai fazendo o que pode e não o que prometeu!

  • 19. às 12:19 PM em 20 abr 2009, Luís da Velosa escreveu:

    Não acredito que Barack Obama seja um fraticida. Não. O problema é que um presidente de república, ou seja lá que tipo de governante for, manda menos do que os verdadeiros donos do poder. A eles se submetem, como condenados a cumprirem a destinação macabra. O homem é suicida e matador. A história das civilizações revelam essa idiossincrasia ideofrênica. O que se há de se fazer? Esperar o próximo big-bang. É isso.

  • 20. às 02:48 AM em 21 abr 2009, Zeno E. S. Munhoz escreveu:

    Fatos irreligiosos e de grande impiedade originarão o fim do mundo ou fim dos tempos.

    Pode-se ler no capítulo bíblico do profeta Daniel.
    Também no livro de São Judas.
    No Apocalipse é relatado tudo o que é abominação para Deus e seus santos.

    Daniel 12

    "No momento em que a força do povo santo for inteiramente rompida"

    1. Naquele tempo, surgirá Miguel, o grande chefe, o protetor dos filhos do seu povo. Será uma época de tal desolação, como jamais houve igual desde que as nações existem até aquele momento. Então, entre os filhos de teu povo, serão salvos todos aqueles que se acharem inscritos no livro.
    2. Muitos daqueles que dormem no pó da terra despertarão, uns para uma vida eterna, outros para a ignomínia, a infâmia eterna.
    3. Os que tiverem sido inteligentes fulgirão como o brilho do firmamento, e os que tiverem introduzido muitos (nos caminhos) da justiça luzirão como as estrelas, com um perpétuo resplendor.
    4. Quanto a ti, Daniel, guarda isso secreto, e conserva este livro lacrado até o tempo final. Muitos daqueles que a ele recorrerem verão aumentar seu conhecimento.
    5. Continuei a olhar. Vi dois outros personagens mantendo-se cada um sobre uma das margens do rio.
    6. Um deles disse ao homem vestido de linho que estava em cima do rio: Para quando o fim dessas coisas prodigiosas?
    7. Então ouvi o homem vestido de linho, que estava em cima do rio, jurar, levantando para o céu sua mão esquerda bem como sua mão direita: pelo eterno vivo, será num tempo, tempos e na metade de um tempo, no momento em que a força do povo santo for inteiramente rompida, que todas estas coisas se cumprirão.
    8. Ouvi essas palavras, mas sem entendê-las. Meu senhor, perguntei, qual será a conclusão de tudo isso?
    9. Vamos, Daniel, respondeu; esses oráculos devem ficar fechados e lacrados até o tempo final.
    10. Muitos serão limpos, acrisolados e provados. Os ímpios agirão com perversidade, mas nenhum deles compreenderá, enquanto que os sábios compreenderão.
    11. Desde o tempo em que for suprimido o holocausto perpétuo e quando for estabelecida a abominação do devastador, transcorrerão mil duzentos e noventa dias.
    12. Feliz quem esperar e alcançar mil trezentos e trinta e cinco dias!
    13. Quanto a ti, vai até o fim. Tu repousarás e te levantarás para (receber) tua parte de herança, no fim dos tempos.

    Saudações para todos
    "Aquele que invocar o nome do Senhor será salvo."

  • 21. às 06:18 PM em 22 abr 2009, Marcos escreveu:

    Embora Rogério Simões ridicularize a profecia maia, o próprio site da BBC traz uma nota sobre um problema com o Sol, que nenhum cientista ousa desvendar.
    Erroneamente a profecia maia tem sido interpretada como anúncio do fim do mundo. Se Rogério se desse ao trabalho de ler a Bíblia em Apocalipse, veria que não é assim que João descreve o fim do mundo. Quem sabe se talvez ele, o próprio Rogério, não prefira discutir certos assuntos na internet ou em botequins??? Quanto ao comediante americano, ora, o que de bom pode vir dos Estados Unidos, outrora arrogantes "donos do mundo" e hoje desmascarados como responsáveis pela miséria e a fome em escala global???

  • 22. às 06:25 PM em 22 abr 2009, marcoshalfeld escreveu:

    Caro Ricardo,
    Você é o primeiro ateu que eu conheço que acredita no inferno - desculpe mas sua contradição é risível. Além disso, recomendo que leia o livro de Apocalipse, pois como bom ateu você deveria conhecer o assunto, para então defender suas idéias.
    O que ocorrerá é exatamente o que vc falou, está revelado no Apocalipse. O mundo será bonito e puro (aparentemente), porém horroroso e sujo na realidade. Mas depois... Não vou contar, estragaria sua leitura...

  • 23. às 08:11 PM em 28 mai 2009, YANNICK BOMPY escreveu:

    SE O MUNDO VAI ACABAR NÃO SABEMOS.
    O QUE SE DEVE FAZER É APROVEITAR O MAXIMO DA VIDA QUE DEUS NOS DEU.SE VOÇE É FELIZ COM SUA FAMILIA ENTÃO CURTA ESSE MOMENTO.COMO EU TENHO UMA FAMILIA MARAVILHOSA ESTOU APROVEITANDO O MAXIMO.NÃO DEVEMOS CULTIVAR O NEGATIVO POIS SÓ TEREMOS NEGATIVO.CULTIVE O POSITIVO E DEIXE O NEGATIVO DE LADO
    APROVEITE O MAXIMO DE ALEGRIAS QUE DEUS NOS DA-(FILHOS/PAI/MÃE ETC.)
    VAMOS LUTAR PARA UM MUNDO MELHOR,NÃO ADIANTA SO FALAR ,TEREMOS QUE AGIR,FAÇA A SUA PARTE QUE DEUS SE ENCARREGA DA OUTRA.QUE DEUS NOS AJUDE NESTE MUNDO LOUCO C/GENTE + LOUCA AINDA
    YANNICK BOMPY -FILHO DE UM GRANDE PAI MICHEL BOMPY .SUMARÉ SP

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.